Estórias Diferentes

Esse site contém histórias para crianças. Histórias que divertem e podem dar apoio pedagógico ou terapêutico, através da Interatividade. 

Aventuras, magias e viagens, sob o olhar infantil; focado nas suas percepções, sentimentos ou desafios, muitas vezes imperceptíveis aos adultos, mas de enorme dimensão para as crianças; principalmente para aquelas que apresentam dificuldades no aprendizado ou relacionadas à saúde mental.

As Estórias Diferentes, estão divididas em 3 segmentos:

Floresta dos Rolls - as aventuras, brincadeiras e conversas desse lugar tratam daqueles sentimentos que todos têm e muitas vezes escondem por vergonha, medo, ou “sei lá o quê”.

Viagens do Teo -  o olhar de uma criança, sua percepção e dificuldades no que acontece à sua volta em passeios e viagens. Descritivo de locais visitados sob a ótica infantil.  

Acontece – reportagens curtas, informativas, através da personagem Lazinha.

 

a Floresta dos Rolls

É um espaço ficcional com cenários exclusivos, que permite o desenrolar de um sem fim de estórias através de locais mágicos.

Nesta floresta, que é encantada, há locais diferenciados como a Biblioteca - espaço que incentiva leitura, o Canto Sombrio onde a adversidade se apresenta ou Regolish – vila onde vivem as crianças, mais conhecidas como “pequenos” e suas famílias.


PERSONAGENS

Os “pequenos” como são denominados os personagens, são feitos de traços geométricos, com formas simples e fácil de serem reproduzidos pelas crianças.

Tira dos personagens.jpg

A cada desenrolar das estórias,

aparecem as características próprias de cada um deles.

 

 


INTERATIVIDADE

Em 2016 teve início um segmento de ação integrativa entre as estórias e projetos escolares ou sociais, com materiais e conteúdo criados de forma direcionada a pequenos grupos, espaços infantis ou classes escolares, denominado:  Estórias Diferentes – Interatividade.

Autora

Professora dedicada à educação infantil, com atuação integrada em ações sociais desde os anos 70. Desde o ano 2000, com foco na área de saúde mental. Voluntária em diversas Associações, inclusive como presidente da ABRATA *. Integrante ativa - 2015 a 2016, da “Comunidade de Fala”, segmento da ABRE **.

Aperfeiçoamento no terceiro setor:

Elaboração e acompanhamento de projetos;
Montagem e ações administrativas em associações;
Técnicas e metodologias de mídia social;
 Comunicação  na área da educação infantil;

Treinamento na área de saúde mental:

Metodologias de ação em Grupos de Ajuda Mútua - Facilitadora em grupos de portadores e familiares; coordenação de grupos e treinamento de voluntários.

Curso com o jornalista, educador e ativista de saúde mental norte-americano Richard Weingarten que desenvolveu a Comunidade de Fala - um formato de apresentação baseado no compartilhamento mútuo das trajetórias de recuperação, inspirado pelo movimento de Recovery nos EUA, na década de 90.

* ABRATA – Associação Brasileira de Amigos, Familiares e Portadores de Transtornos Afetivos (Bipolaridade e Depressão).

** ABRE – Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Esquizofrenia.

Agradecimentos

Um conjunto de ações, atitudes, incentivos tornaram possível esse site.

Ter um marido como o “Seu” Pelosi é uma benção. Ouvinte atento das minhas histórias, sempre opinando sobre traçados e caminhos. É meu eixo na aventura criativa e desafiante.  Nos divertimos juntos nesse processo.

Mano Carioca, o LEO (Luiz Eduardo Oliveira) é referência para o desenvolvimento das histórias. Desfrutamos de brincadeiras desde sempre. Captou meu universo da Floresta dos Rolls, desenhando meus cenários encantados, com magia de artista.

Filho Caetano é o mais carinhoso e persistente incentivador do meu trabalho! Responsável pela escolha, desenvolvimento e manutenção deste site – da arte, adaptação, navegação. E mestre incansável dos novos aplicativos.

Filho Francisco, o Chico, presente e dedicado na criação dos personagens; produtor de imagens no Photoshop, produção de vídeos e participante ativo do segmento Interatividade. Cria meus cartões, banners. Meu orientador em mídia social.

Indispensável o apoio da amiga Maria Helena Magri – corrigindo os textos e tendo aquele olhar diferenciado que capta a coerência e harmonia das histórias.