Brincadeiras Diferentes

Em Regolish, chove pouco, mas às vezes, venta tanto que até faz um barulho, como se fosse um lamento do vento, entre as frestas das janelas e portas – parece até que têm fantasmas...

UHUHHHHHHHH

Ai que medo! Foi logo dizendo a Zita.

Para Zita, não tem que ter medo, é só o vento, vamos brincar dentro de casa, disseram o Teo e a Lazinha. Estavam todos reunidos na casa do Chida.

Ahhh MAS DO QUÊ!? Não tem nada prá fazer, foi reclamando a Nina.

Iiiihhhhh começou tudo de novo, já vão falar em tédio, disse o Chida.

NADA DE TÉDIO, VAMOS FAZER ALGO MUITO DIFERENTE!

E a Lazinha foi organizando as coisas - Temos que arranjar papéis grandes, tipo aqueles de escritório ou sala de aula escritório. Ou mesmo, folhas de jornal...

Atenção, disse o Chida, não vale pegar o jornal de hoje, vamos ver os antigos que podemos pegar.

Com os papéis encontrados, a Lazinha continuou organizando a nova brincadeira:

Passo 1 - folha de papel no chão juntinho, como se fosse um tipo de cama. Uma “cama” para cada um dos participantes.

Passo 2 – cada um deita em uma dessas “camas”. Claro que a Nina quis se deitar primeiro.... acerta para ficar deitada no meio do papel, sem nenhuma parte do corpo prá fora.

Passo 3 - com uma caneta (ou lápis de cera) a Lazinha fez o contorno da Nina. Cada um ajuda o outro e todos terão o contorno do seu corpo traçado. Importante escrever o nome de cada contorno que foi feito.

Entre risadas, acertos das folhas - uns emendaram com fita crepe, outros com durex - e acerto do traçado, gritos de entusiasmo da Nina e do Kiko, preocupação da Zita em não manchar sua roupa de tinta, Chida querendo fazer outro... os contornos foram feitos e identificados.

E AGORA, LAZINHA?! Perguntaram todos.

Passo 4 - cada um vai para sua “cama” com o contorno do seu corpo, com uma dessas latinhas ou caixas com canetinhas, lápis coloridos; pode revistas com tesouras (sem pontas para não machucar) para recortar e colar... (não se esqueçam da cola!).

Claro que foi outra confusão... a Nina precisava de TODOS os lápis, TODAS as cores, o Chida dizia que a casa era dele e pronto, ele é que tinha que ter mais cores...UFA!

E foi nessa confusão que os pequenos aprenderam algo interessante – se deixassem o material em locais onde todos tivessem como utilizar, haveria mais cores, mais figuras e mais coisas para todos!

Passo 5 – agora, disse a Lazinha, cada um vai pensar um pouquinho, o que gostaria de dizer da sua pessoa. E aí, vai desenhando ou colando DENTRO do contorno que foi feito da sua pessoa, o que gosta (bichinhos, comidas, pessoas, etc.) ou do que assusta - coisas que têm um significado importante.

Antes que perguntassem mais alguma coisa, a Lazinha continuou a explicação: se você é alegre, gosta de sol, coloca figuras ou desenha o sol. Se você não gosta de melancia, você não vai colocar uma melancia.... e cada um vai poder mostrar seus sentimentos do tamanho do seu corpo!

 

O Juá olhou seu contorno e se deu conta que não era assim tão GORDO E GRANDE como ele se imaginava. E até dava para desenhar um montão de tablets, computadores e até capas dos jogos mais recentes! Sua cabeça virou uma placa de computador!

 

 

O Kiko se deu conta de que se fosse colocar dentro da sua barriga todos os alimentos de que gostava muito, teria que fazer uma barriga MAIOR!

 

 

 

E a Zita ficou impressionada! Ela desenhou, riscou com força, todos os medos da sua cabeça, do seu coração, as borboletas que arranham seu estômago, na hora da aflição... e sabe o que ela descobriu?!!!!

Ela conseguiu desenhar, colar, escrever sobre seus medos e olha só! - o medo não estava maior que os traços do seu corpo!

E nessa brincadeira, a Zita aprendeu que ao expressar seus medos desenhados num papel, ela era maior que eles ... uau...deu um alívio...

Passo 6 –  trocaram de lugar e cada um foi tentando entender o que o seu amigo quis expressar com seus desenhos e colagens. Cada um com seu contorno, do seu jeito. Todos incríveis, pois expressavam um pouquinho de cada um....

Passo 7 – cada um explicou o que desenhou e o porquê. A Nina estava muito contente, conseguiu utilizar todas as cores! ...

OPS - ela se deu conta que teria que cuidar melhor do contorno do seu desenho! 

 

Passo 8 – recolheram o material, organizaram a sala de jogos e cada um dobrou, com cuidado, seu desenho prá mostrar em casa. 

E passaram uma tarde divertida e diferente!

Fica a dica da brincadeira!