Ilha da Madeira: encontro com os amigos

 E, mais uma vez, os amigos se reuniram para escutar as histórias sobre as viagens das férias. As histórias “pipocavam”. E é claro que a Nina e o Chida disputavam para ver quem contava primeiro a história!

 

Dessa vez, o Teo encontrou seus amigos na Ilha da Madeira! OBA, férias com Chida, Zita e a Nina!

 Quando não estavam passeando, ficavam no condomínio que era lindo!

A Nina pulava na piscina toda hora, esparramando água para todos os lados.

O Chida gostava muito de subir nas árvores!

A Zita gostava de curtir as flores e ficar um pouco quietinha.

 A Lazinha gostou muito de ouvir o Teo contando sobre a Ilha da Madeira. Ele até tinha marcado no guia turístico que comprou, alguns detalhes dos seus passeios:

 A Ilha da Madeira faz parte do arquipélago do mesmo nome – um conjunto de sete ilhas de Portugal, situadas no oceano Atlântico. A origem das ilhas são vulcânicas (foram formadas há muitos e muitos anos atrás, em uma época em que havia vulcões ativos por ali). Por serem de origem vulcânica, as praias não têm areia e sim pedras!

Ela tem quase 750 km², com vários rios, cascatas. É preciso estar muito atento, pois se chove lá em cima, de repente, o que era um riachinho, torna-se uma corredeira de água e perigosa! Há montanhas e picos de quase 2000 metros de altitude e as plantas são incríveis”.

E mesmo estando juntos nos passeios, cada um tinha “um jeito” de perceber as coisas.

 No Pico do Arieiro, foi uma aventura só! Subiram por uma estrada linda, de onde se via o mar e as embarcações. A estrada, às vezes, tinha muitas curvas e a Zita se assustava.... a Nina dava gritinhos de alegria, o Chida queria ver tudo. E o Teo fotografava o que podia.

 O Pico fica a mais de 1800 metros de altitude! Uau!!! Claro que tiraram fotos!

CHIDA Feliz.png

 

_ “Lá em cima é tão alto -  disse o Chida, que as nuvens ficam abaixo dos nossos olhos!”

 

_ “ Há trilhas, no alto do pico, com precipícios muito perigosos; mas o que mais me impressionou - disse o Teo, que ia mostrando as fotos, foram as plantas muito diferentes.

 

 Os pais do Chida e da Nina tiveram que ter uma conversa muito séria com eles, pois os dois não paravam quietos e queriam percorrer as trilhas.

O Teo já estava acostumado. Antes de qualquer passeio, era muito importante fazer uns “acordos” com a Nina e o Chida que rapidamente, ficam agitados e se esquecem dos combinados, para terem calma e cuidado, que não precisam gritar ou sair correndo, para ficarem na frente de tudo e de todos.

 Já, os pais da Zita também sabem como lidar com ela. Quietinha, tem muito medo, é muito tímida. Têm que dar um tempo para ela se acostumar com as novidades. Cuidam muito para não forçarem nada. Apenas estarem ao seu lado e darem confiança.

 E seus amigos, apesar de agitados, também estão ao seu lado.

Foram férias divertidas. Com visitas a locais mágicos... uau... um calango de metal que fala?... Uma caixa mágica, onde um pequeno duende azul faz a Zita dar risada, apesar do susto! Relógio mágico enormeeeee a Nina adorou.

 

 

 

E que praia DIFERENTE!  

 

 

 

 

E você? Tem alguma história de passeio para contar? E qual é o seu jeito? Igual ao da Nina e o do Chida ou mais parecido com o da Zita?