Teo e as viagens - Desafios

Na história anterior, o Teo fez uma lista, com DICAS PARA VIAGENS. E ele seguiu suas dicas e deu tudo certo.  Lá nos pensamentos dele ia se sentindo muito orgulhoso, tipo assim, mereço uma taça!

 

Ou medalha e seria de ouro – pelo meu comportamento no embarque.

 Não é fácil:

Fila para entregar as malas, fazer um tantinho de hora SEM COMPRAR nada;

Passar pela alfândega – mostrar documentos passar as bagagens de mão por uma RX.  Deu até vontade de entrar no aparelho para ver o que acontecia. Só vontade.

Brincar em pensamento pode!

No avião, enquanto aguardava fechar portas, preparar para sair, aguardar na fila de aviões que estão saindo ou chegando, poder ligar a TV , o Teo resolveu se distrair e passar o tempo com seus pensamentos.

E ficou imaginando cada um dos seus amigos no embarque. E se divertindo com isso.

O Chida teria que contar até 10 ou 100 mil para ficar quieto. Na agitação, parece que toca uma sirene dento do Chida e ele liga o botão do agito. Mudanças DESASSOSSEGAM o Chida e ele fica mais falante ainda!

A Nina – céus! Falaria MAIS ALTO DO QUE O COSTUME. Se sentiria incomodada por ter que ficar esperando na fila.

A Lazinha com certeza levaria um diário para ir anotando tudo. O que gostou, o que não gostou, ideias para programas da TV Regolish. E umas dicas para viajantes de primeira viagem. 

O Kiko não daria problema algum. Enfrentaria as filas com um saquinho de doces, super tranquilo. O difícil seria segurar o Kiko para esperar o lanche no avião. O Teo ria só de imaginar a cena do Kiko pedindo mais um pouquinho! Tão magro e tão guloso.

Com a Zita   já seria diferente. Com aquela timidez e tristeza toda, com aquele medo de tudo e de todos, imagina a Zita num ambiente diferente e barulhento como um aeroporto...

DESASSOSSEGADA E ASSUSTADA – seriam as palavras para escreve-las. O Teo ficou imaginando, que a Zita pode sim viajar, mas o quanto que custa para ela superar essas dificuldades com o desconhecido.

E ele se sentiu muito feliz. Por ter amigos legais como os de Regolish, por entende-los com suas diferenças e gostar de cada um deles do jeito que são.

E no avião, novas descobertas. Como abaixar a poltrona, ficar com o cinto fechado SEMPRE. E uma descoberta que chega quase a ser um segredo:

As tais borboletas no estômago,   aumentam um tantinho na decolagem e na aterrisagem. E não é que as danadas parecem dar uma vontade muito grande de ir ao banheiro? Respirar... ficar calmo é o mais legal... recém fui ao banheiro pensava o Teo... e já de NOVO?

Ah essas borboletas... dão sempre vontade de fazer xixi... mas dá prá segurar um tantinho até os sinais luminosos alertarem que podem abrir os cintos.... UEBA  

E aqui vai o Teo com seus pais.... rumo à LISBOA – Portugal, cruzando o oceano!

Esta é a segunda história sobre a Viagem do Teo. Se quiser conhecer o início dessa história, clique aqui.