Juá e o passeio de Páscoa

Juá e o passeio de Páscoa

Casa do Juá.jpg


Regolish é a uma cidade pequena, tipo uma vila, lá da Floresta dos Rolls. Há uma casa muito bonita um pouco afastada, com um jardim cheio de flores. É lá que mora o Juá.

Ele gosta dos amigos, mas prefere ficar quieto no seu canto, com seu computador, tablet ou celular. Sempre tem um jogo divertido ou algo para assistir. Na verdade, ele tem “meio que vergonha” de estar com eles... está um pouco acima do peso, por qualquer coisa sua muito...

moldura bonecos Juá.jpg

Mas por mais que tente passar desapercebido, seus amigos nem ligam. Já conhecem ele. Vão até sua casa e quando ele finge não perceber que estão lá, não tem jeito, se reúnem e em coro ficam chamando:

Juá! Juá!

E foi assim que aconteceu neste feriado de Páscoa.

E a turma toda, “arrastando” o Juá foram fazer um passeio em um dos shoppings de Roligon, cidade vizinha. E mais uma vez ele se deu conta como era divertido estar com seus amigos. E que foi muito bom terem insistido, senão estaria lá no quarto, deitado, sem fazer nada, só lá com seus “brinquedinhos” virtuais.

Laz e Teo cartaz.jpg

Passear pelo shopping com tantos amigos, requer alguns cuidados. O Teo e a Lazinha, mais experientes em passeios, transmitiram para todos o chamado “contrato” de boas maneiras em passeios coletivos.

Passearam, viram os coelhinhos, seguraram a vontade de comer tudo o que viam – sofrimento para o Juá e o Kiko sempre com fome. A Nina teve que ficar lembrando sempre do “acordo” para não sair correndo e entrar em TODAS as lojas.

A Zita, respirava fundo de vez em quando e ficava perto dos amigos, para não se incomodar com tanta gente no shopping.

E o Teo lembrava o Chida para não falar tão alto...

Ufa. Que passeio bonito.

surpresa de páscoa.jpg

E qual não foi a surpresa na volta, estavam sendo esperados pelos seus familiares lá na Biblioteca, com um gostoso lanche e muitas brincadeiras.

E todos lembraram da Páscoa em que o Teo viajou para a cidade de Não Me Toque...

A busca pelo ninho, foi substituída pela busca de pequenas luzes coloridas espalhadas na Floresta.

Vários potinhos brilhando… potinhos de “carinhos quentes”... uau... o que é isso? Ah, mas essa é outra estória.....

 

Vontade de Nada

Vontade de Nada